Carregando...
Dica

Saiba o que fazer no caso de extravio de bagagem: Para tudo existe uma solução!

Um dos maiores pânicos dos viajantes é o extravio de bagagem, ou seja, a perda da mala. Tudo aquilo que passou tempo escolhendo, e comprando, sumir, é de deixar qualquer um, no mínimo chateado. A principal causa da perda de mala, geralmente, é o voo de conexão – o passageiro embarca para seu destino final, mas, sua mala não.shutterstock_604177439
Mas, calma! Caso isso aconteça, a minha principal dica é não se desesperar – e, acho que essa é uma dica válida para qualquer situação da vida! Se você estiver na sala de desembarque, esperando sua mala e ela não chegar, a primeira providência a ser tomada é conversar com um funcionário da companhia aérea, já com o ticket de bagagem na mão – para provar que você realmente está esperando uma mala. Ai, terá que preencher um documento chamado Relatório de Irregularidade de Bagagem, RIB, que formaliza o caso com a companhia.

 

Quando a mala é localizada, o prazo de entrega é geralmente de 3 dias. Mas, quando é dada como perdida, a companhia aérea possui duas opções: pagar a indenização de tudo que estava na mala e que pode ser provado – guarde as notas fiscais. Ou, recorrer a Convenção de Montreal , um tratado assinado pelo Brasil e por diversos países que estipulam que a quantidade máxima que a companhia pode pagar em casos de extravio de bagagem é um valor de U$1330 dólares.

O mais comum é que a companhia recorra a Convenção, o que é pouquíssimo vantajoso para você. Então, tente fazer um acordo com a empresa – algo que seja bom para ambos. Mas, se nem o acordo for aceito, o jeito é entrar na Justiça – o processo pode ser por perda de materiais e por danos morais, por causa de toda a burocracia e pelo desconforto enfrentados.

Outra coisa sempre importante é checar se o seu cartão de crédito não oferece um seguro em casos de extravio de mala – geralmente as empresas cobrem imprevistos como este.

DICA: Guarde as notas fiscais de toda e qualquer compra que fizer na viagem. E, antes de fechar a mala, tire fotos do interior e do exterior da sua mala! Criar uma identificação na mala é ótimo, eu, por exemplo, semore amarro uma fitinha na mala para não cofundir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Favoritos