Carregando...
Dica

5 áreas que os aviões de passageiros são proibidos de sobrevoar

A melhor parte das viagens de avião é que, tendo a documentação correta, poucas partes do mundo serão inacessíveis a você. Contudo, existem áreas específicas com restrições de espaço aéreo que proíbem a entrada de aeronaves comerciais. Isso acontece devido a fatores diversos como razões políticas, religiosas, históricas e ambientais. Confira a seguir alguns exemplos!

Áreas de importância religiosa

A cidade sagrada islâmica de Meca, na Arábia Saudita, poderia ser uma área útil para a passagem de aviões se estivessem a caminho de Jeddah vindos do leste ou da capital saudita de Riad. No entanto, os costumes religiosos significam que as companhias aéreas estão proibidas de entrar em Meca e, principalmente, de voar sobre a Sagrada Kaaba. Os aviões de passageiros não estão autorizados a viajar sobre Meca como um sinal de respeito a este local sagrado.

Não-muçulmanos não têm permissão para viajar a Meca, pois é um lugar sagrado para a fé islâmica e o centro da peregrinação do Hajj. Esta regra é tão estritamente respeitada que os não-muçulmanos em Meca podem enfrentar multa e deportação – isso inclui os que sobrevoam Meca, portanto, aeronaves comerciais são proibidas.Receba as melhores promoções de passagens e pacotes

Áreas de relevância ambiental

A aviação causou um grande rebuliço no Peru nos últimos anos. A aprovação do Aeroporto de Chinchero, que continua em construção, é fortemente contestada por ativistas e historiadores. Isso devido à frágil ecologia da área e ao significado das ruínas incas em Machu Picchu.

Hoje, as aeronaves não podem sobrevoar Machu Picchu, um local de extrema importância cultural. A área também possui um delicado equilíbrio da natureza, que seria melhor deixar intocado. O perigo de sobrevoar a região com aeronaves comerciais é que, caso alguma aeronave caia ou faça um pouso de emergência na área, sem dúvida causaria danos ao precioso ecossistema. Além disso, os efeitos colaterais do aumento da poluição nesta região podem ser destrutivos para os habitats naturais.

Áreas com significado histórico

Assim como voar sobre Machu Picchu, o motivo pelo qual os aviões de passageiros se afastam do Partenon em Atenas é para proteger essa maravilha histórica. A impressionante estrutura na Acrópole Ateniense era um templo dedicado à deusa da Grécia Antiga Atena.

Embora os aviões possam sobrevoar este monumento, eles devem dar-lhe um amplo espaço. Especificamente, nenhuma aeronave está autorizada a voar abaixo de 5 mil pés quando acima do Partenon.

Áreas de importância política

A Downing Street de Londres é uma das ruas mais importantes do Reino Unido. Casa do primeiro-ministro britânico em exercício, o acesso a este local fechado requer permissões especiais.

Como medida de proteção da elite política do país, as aeronaves não podem voar diretamente sobre esta rua. Na mesma linha, uma restrição semelhante também se aplica acima do Palácio de Westminster. As residências da rainha no Palácio de Buckingham e no Castelo de Windsor também apresentam zonas de exclusão aérea diretamente sobre suas estruturas luxuosas.

Áreas com restrições de segurança aos visitantes

Existem também vários lugares ao redor do mundo onde restrições foram aplicadas para aumentar a segurança do visitante. Depois do 11 de setembro, certos pontos turísticos dos Estados Unidos sentiram a necessidade de aumentar sua segurança. Como tal, aeronaves comerciais não têm permissão para sobrevoar alguns deles até hoje.

Em 2003, uma proibição temporária de sobrevoar os parques da Disney tornou-se permanente. A regra determina que nenhuma aeronave pode voar abaixo de 3 mil pés sobre o Walt Disney World na Flórida ou a Disneylândia na Califórnia. Em qualquer caso, essa restrição não é uma preocupação para aeronaves comerciais, já que de qualquer maneira não há muitos motivos para voar tão baixo nessas áreas.

Proibições semelhantes para proteger as pessoas de futuros ataques terroristas em aviões também foram adotadas em outros pontos de acesso de visitantes. Isso inclui o espaço aéreo acima dos estádios nos Estados Unidos, que acomodam mais de 30 mil espectadores.


E você, conhece outras zonas de exclusão aérea? Comente abaixo e participe com a gente!

Via Melhores Destinos Com informações do Simple Flying

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Favoritos