Carregando...
BrasilDica

Companhia aérea realiza voo de 7 horas utilizando óleo de cozinha reciclado

Parece até brincadeira, né? Mas acredite se quiser, o grupo Air France-KLM realizou um voo de longa duração utilizando combustível sustentável de aviação produzido a partir de óleo de cozinha reaproveitado, sem usar nenhum óleo vegetal virgem. O voo 342 da Air France decolou de Paris com destino a Montreal, no Canadá, no último dia 18 de maio, levando 7 horas e 20 minutos para chegar ao destino.

O feito foi resultado da parceria da companhia aérea com a Total, o grupo ADP e a Airbus, visando reduzir as emissões de carbono do transporte aéreo e desenvolver uma cadeia de suprimentos de combustível sustentável de aviação  na França.

De acordo com a empresa, nenhuma modificação na infraestrutura de armazenamento e distribuição, aeronaves ou motores será necessária para incorporar biocombustíveis, que contou com uma mistura de 16% neste voo, evitando a emissão de 20 toneladas de CO2. A introdução gradual em todo o mundo deve reduzir significativamente as emissões de gás carbônico do transporte aéreo, em linha com os objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas.

O biocombustível utilizado neste voo foi feito a partir de lixo e resíduos provenientes da economia circular. A Total produziu o SAF a partir de óleo de cozinha usado em sua biorrefinaria La Mède, no sul da França, e em sua fábrica de Oudalle, perto de Le Havre.

A legislação francesa exige que as aeronaves usem pelo menos 1% de combustível sustentável até 2022 para todos os voos com origem na França, à frente da ambição europeia programada para aumentar gradualmente até 2% até 2025 e 5% até 2030, como parte do “Acordo Verde Europeu”.

E esse esforço não é o único. O Airbus A350 usado no voo consome 25% menos combustível do que seu antecessor, por ter motores mais eficientes. Além disso, a aeronave foi atendida pelo primeiro caminhão de reabastecimento totalmente elétrico, desenvolvido na França. Além disso, todos os equipamentos de apoio em solo usados pela companhia aérea eram totalmente elétricos.

Vale lembrar que a KLM já havia feito um voo com biocombustíveis em 2009. Desde então, o grupo realizou mais de 78 voos movidos por uma combinação de 10% de combustível sustentável, sem impacto na confiabilidade das operações das companhias aéreas.

A Airbus também está realizando uma série de testes para certificar que os aviões voem até com 100% combustível sustentável nas próximas décadas. A empresa também instalou postos de abastecimento de biocombustíveis em suas instalações industriais para que possam ser usados em operações de produção, bem como para entregas de aeronaves, contribuindo para descarbonizar todas as suas operações industriais.

Seguro Viagem: América do Norte
CORIS 60 USA BASIC +COVID19 CORIS 60 USA BASIC +COVID19 Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 45/dia*
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Favoritos