Carregando...
Dica

As 10 melhores viagens do mundo segundo a Lonely Planet – uma delas é no Brasil!

A Lonely Planet acaba de reunir em um livro as 500 experiências de viagem mais memoráveis, emocionantes, interessantes e todos os outros adjetivos possíveis, para se fazer nesse mundão afora! E vejam que honra: no TOP 10, que apresentamos a seguir, está um destino brasileiro.

Confira abaixo as 10 melhores experiências de viagem do planeta na avaliação da Lonely Planet. E, no fim do post, já sabe: queremos saber quais são as suas experiências mais memoráveis e aquelas que ainda estão nos planos!

10. Fazer o famoso trekking ao redor do Annapurna, no Nepal

O Nepal oferece templos dourados, charmosas vilas nas montanhas, lugares incríveis para se observar a vida selvagem… e um belíssimo e longo percurso de trekking: o circuito ao redor do Annapurna, uma das montanhas do Himalaia. O cenário é fascinante, passando por arrozais, pastagens, desfiladeiros coberto de neve e inúmeras paisagens deslumbrantes. A rota completa demora cerca de 20 dias para ser feita e atrai todos os anos milhares de turistas do mundo inteiro. Daquelas experiências de viagem para serem planejadas com calma e apreciadas a cada segundo!

9. Passear pelos espelhos do Salar do Uyuni

É como se você estivesse estacionado no céu. Nuvens acima, nuvens abaixo. Esse é o cenário do Salar do Uyuni, o maior deserto de sal do mundo, após a chuva. A fina camada de água transforma a extensa superfície plana em um espelho. O horizonte desaparece e você parece flutuar. Segundo a Lonely Planet, que escolheu essa experiência como a nona melhor do mundo, o altiplano boliviano tem ainda muito mais a oferecer. Quando o lago está seco, o que se vê é uma imensidão branca. E tem ainda gêiseres, lagos misteriosos e flamingos. Não precisa de muito mais para se apaixonar, não é?

8. Encontrar o paraíso hindu nos templos de Angkor

Angkor Wat, o mais famoso dos lugares de Angkor, no Camboja, é uma representação do Monte Meru, o centro do universo e a morada dos deuses conforme a crença hindu. É um monumento à engenhosidade à devoção humana, com capacidade para inspirar assim como todas as outras atrações naturais presentes no TOP 10 a Lonely Planet. Trata-se da maior construção religiosa do mundo, que impressiona pela suntuosidade e pelo grau de conservação. Inicialmente, ele foi dedicado ao deus hindu Vishnu, porém tempos depois passou a ser um templo budista.

7. Maravilhar-se com as Cataratas do Iguaçu

No extremo oeste do Paraná, já na divisa com a Argentina, está uma das mais lindas atrações naturais do mundo: as Cataratas do Iguaçu, que faz parte da lista de Patrimônio Natural Mundial da Unesco. É difícil não se impressionar com a força da água do Rio Iguaçu, caindo em 275 quedas de 65 metros de altura em média.

Quem visita o Parque Nacional do Iguaçu pelo lado brasileiro, em Foz do Iguaçu, pode caminhar muito próximo às quedas e avistá-las a partir de ângulos incríveis, como o da Garganta do Diabo. Confira 33 dicas do que fazer em Foz do Iguaçu.

6. Visitar o surpreendente Lago de Bled

Um lago de água azul esverdeada com uma ilhota bastante verde, onde está uma pequena igreja branca. Em uma das margens está um castelo de telhado terracota. E ao fundo, os Alpes Julianos dão o toque final ao belíssimo cenário. Esse lugar que parece saído de um conto de fadas é o Lago Bled, o principal atrativo da Eslovênia. Por lá, turistas podem pedalar pelas margens, alugar uma gôndola, mergulhar no lago e também se hospedar em aconchegantes pousadas na beira do Bled. Parece o resumo de um verão perfeito.

5. Admirar gêiseres e ursos pardos no Parque de Yellowstone

Não há maior região geotérmica em todo o mundo do o Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. São mais de 500 gêiseres ativos jorrando em uma paisagem com ares fumegantes. Entre os principais atrativos do parque, sem dúvida um dos que mais chama atenção é a Grande Fonte Prismática, uma verdadeira obra de arte da natureza – cuja variação de cores ocorre devido à presença de diferentes bactérias conforme a temperatura. Não bastasse, o Yellowstone ainda tem uma intensa vida selvagem, não sendo raro encontrar carneiros selvagens, alces, ursos e lobos.

4. Experimentar o ritmo lento da vida no Delta do Okavango

O Delta do Okavango, na Botswana, é um dos destinos de safári mais atraentes da África. Todos os anos, as cheias do rio formam um ecossistema único: são aproximadamente 20 mil quilômetros quadrados de vastas quantidades de vida selvagem. A região pode ser explorada com safáris 4×4, lanchas ou então com as tradicionais canoas, chamadas mokoro. E então é só apreciar os gigantes elefantes e os minúsculos sapinhos da região bem de perto! O número de visitantes é estritamente controlado, o que torna o lugar um dos mais exclusivos do mundo. Um destino perfeito para as almas aventureiras!

3. Conhecer o povo Aṉangu no Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta

Elevando-se em quase 350 metros, um monólito de arenito em meio ao deserto australiano chamara atenção de que visita o Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta, na Austrália – sobretudo no pôr do sol quando a formação rochosa, chamada de Uluru, sagrada para os povos aborígenes, assemelha-se a um barco em chamas.

O povo Aṉangu, os habitantes originais da área, acreditam que este seja o lar de ancestrais espirituais. E por isso foi com alívio que, em 2017, após décadas de luta, conseguiram fazer com que as recorrentes escaladas no Uluru fossem proibidas. Até porque, há muito mais o que fazer no Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta: caminhar até poços sagrados, avistar cangurus saltitantes, conhecer o povo Anangu, entre outras atividades.

2. Visitar Galápagos, a ilha que mudou o curso da ciência

A mil quilômetros da costa da América do Sul, está um arquipélago de natureza praticamente intocada, onde a natureza o mundo animal vive em sua melhor forma. Galápagos, no Equador, é um local onde corvos-marinhos não voam, iguanas nadam e tartarugas vivem por mais de 200 anos. E que foi laboratório de estudo para importantes cientistas da humanidade – como Charles Darwin que, em Galápagos, desenvolveu suas ideias sobre evolução por seleção natural.

O ecoturismo é hoje uma das principais atividades da 17 ilhas. E quem visita o arquipélago se impressiona com a diversidade animal. É daqueles lugares para ser um espectador, para ir e passar os dias observando a natureza em sua potência máxima. E, claro… em uma viagem a Galápagos vale a pena fazer uma parada em Quito, a bela capital equatoriana.

1. Explorar a enigmática cidade de Petra

No primeiríssimo lugar entre as melhores experiências de viagem do mundo, a Lonely Planet elegeu explorar Petra, a cidade esculpida em pedra, o maior destino turístico da Jordânia e uma das sete maravilhas do mundo. Petra está distribuída em cerca de 260 quilômetros quadrados e foi construída há mais de dois mil anos pelos antigos nabateus, uma civilização de artesãos e mercadores.

Como diz o editor do Melhores Destinos Wendell Oliveira, que fez um guia completíssimo sobre a Jordânia, “é difícil resistir ao espírito aventureiro quando se visita uma cidade com origens milenares, Patrimônio Mundial da Unesco, Nova Maravilha do Mundo Moderno e cenário de filme do arqueólogo mais famoso da história do cinema”. Um destino para explorar com calma e admirar cada detalhe das construções e dos paredões rochosos! Confira também nosso post com dicas da Jordânia.


Já viveu uma destas experiências de viagem? Qual seria a número um na sua lista? Participe nos comentários!

Via Melhores Destinos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Favoritos