Carregando...
Brasil

O que fazer em Balneário Camboriú Santa Catarina

Balneário Camboriú sem sombra de dúvidas é uma cidade cheia de encantos que eu tive o privilégio de conhecer com a minha família em agosto de 2021. E por ser uma cidade litorânea com praias lindas que tiram fôlego, é claro que no verão é quando os turistas mais gostam de viajar para cidade, o que deixa Balneário Camboriú lotada, mas lotada mesmo. Durante a nossa viagem, inverno praticamente, a cidade estava bem tranquila e sem muita gente, mas não é que mesmo no inverno é possível aproveitar e muito a cidade? Se liga na lista de atividades que é possível conhecer durante a sua visita a cidade.

FG Big Wheel

A atração é uma ótima opção para ver a cidade do alto e curtir todos os seus encantos. As cabines são climatizadas, o que deixa o seu passeio agradável mesmo durante os dias mais frios. E pode apostar: até mesmo nos dias chuvosos, a vista lá do alto é incrível.

Barco Pirata

Ele funciona durante o ano inteiro, e é fora da temporada que você vai conseguir aproveitar ao máximo esta atração, já que ela não estará tão cheia, e será possível encontrar mais locais para sentar e facilidades para passear por dentro da escuna observando o mar e as paisagens ao redor.

Bondinho e Parque Unipraias

Os bondinhos do Parque Unipraias são outra opção de atração interessante mesmo nos dias de chuva e frio. Como os bondinhos aéreos são fechados, é possível observar a cidade lá de cima sob qualquer clima, e chegar até a praia de Laranjeiras, onde fica a outra extremidade do Unipraias. Os bondinhos são, inclusive, os únicos no mundo que conectam duas praias diferentes.

Oceanic Aquarium

Maior aquário do Sul do País, o Oceanic Aquarium possui 3.500m² e um milhão de litros de água com cerca de 130 espécies do mundo inteiro, entre as de água doce e água salgada. Ao visitar o aquário, as famílias têm a oportunidade de conhecer de perto tubarões, cavalo-marinho, polvo, peixe palhaço, pinguins, jacarés, lontras, sucuri, raias, entre outros.

Classic Car Show

O Classic Car Show conta com carros das décadas de 1920 a 1980, de origens alemã, inglesa, italiana e norte-americana. Nas mais variadas cores: do Jaguar verde, passando pelo Mini Morris amarelo e chegando a Ferrari vermelha, a visita ao Classic surpreende não só pela variedade, mas também pelas raridades da coleção. Um dos carros mais antigos é o Ford Roadster 1929, ao lado dele o Whippet de 1926, na época o menor carro da América, que mais tarde foi adaptado para corridas automobilísticas. O exposto no museu participou de competições na Argentina. E por falar em carros pequenos, o BMW Isetta é considerado um microcarro, tem apenas 1,34 metros de largura.

E aí? Já escolheu o seu roteiro?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Favoritos