Carregando...
Dica

VIAJANDO COM SEU PET! (atualizado 2020)

Todos amam viajar, não é mesmo? Mas, como viajar e deixar nossos bichinhos, ainda mais quando não tem ninguém que possa cuidar deles por nós enquanto estamos fora? Se você é um dos viajantes que vive esse dilema, esse post é para você.

Muita gente tem essa dúvida e também em relação as regras para se viajar de carro, ônibus e avião com um cachorro ou gato. Por isso, resolvemos fazer esse post para responder essas dúvidas e dar algumas dicas importantes sobre viagem com nossos peludos. Vamos lá?

Antes de viajar com o seu cachorro ou gato é importante que você converse com seu médico veterinário. O ideal é que ele examine seu pet para ter certeza de que está tudo ok com a saúde dele. Outro ponto a ser conversado é sobre eventuais enjôos, muito comuns em viagens. O profissional poderá indicar medidas preventivas para que seu bichinho não passe mal durante o trajeto.

Como viajar com animais de estimação?

Para viajar de avião com seu cachorro ou gato, é importante estar atento às regras da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e, também, às regras da companhia aérea com a qual você irá viajar, pois cada companhia adota regras próprias.

No caso de vôos nacionais, as regras básicas e adotadas por todas as companhias aéreas são:

  • Atualizar todas as doses das vacinas do seu pet;
  • Apresentar atestado veterinário;
  • Avisar a companhia aérea com antecedência de que viajará com seu animal;
  • Trasportar seu animal em uma caixa de transporte resistente, com ventilação, que irá acomodar seu pet com certa folga

Para que seu pet viaje na cabine junto com você, ele precisa pesar menos de 10Kg com a caixa de transporte (essa regra pode variar de acordo com a companhia). Se ele for viajar no porão da aeronave, não se esqueça de identificar com uma plaquinha tanto o seu pet, quanto sua caixa de transporte.

Uma observação importante: algumas companhias aéreas não transportam cães de determinadas raças. Portanto, por mais que seu cão esteja com as vacinas em dia e com atestado de boa saúde, ele poderá ser impedido de viajar caso sua raça esteja entre as proibidas por aquela companhia.

Em vôos internacionais, é extremamente importante que você, além de contatar a empresa aérea, se informe sobre as regras do país de destino. Isso porque alguns países possuem regras específicas (como a necessidade do animal passar pelo período de quarentena antes de entrar no país) que podem acabar impedindo que você desembarque com seu pet. Além disso, é importante se informar sobre as especificações da caixa de transporte na qual seu animal viajará. Ou seja, ele não poderá viajar em qualquer caixa de transporte, por isso, antes de comprar uma, verifique se ela atende tais especificações. Para saber mais sobre as regras de viagem internacional com seu pet, clique aqui.

Deixe seu animal confortável

Na hora de comprar a bolsa ou caixa transportadora, fique atento se o tamanho é adequado para o seu animal, já que ele vai ficar naquele espaço durante todo o voo e precisa de espaço para conseguir se movimentar.

Antes da viagem, faça o possível para que a caixa transportadora seja um local familiar para o animal. Deixe-a acessível para que ele acostume a ficar dentro dela.

Ofereça refeições dentro da caixa e aumente o tempo de permanência do animal na caixa gradativamente até que ele se acostume com o ambiente.

Não esqueça da documentação

É fundamental que você verifique se a documentação do seu animal está em dia. Você terá que apresentar o certificado de vacinação antirrábica com pelo menos 30 dias à 1 ano antes da viagem. Se você não possui o documento, a dica é reaplicá-la pelo menos 30 dias antes do embarque.

Uma semana antes da viagem, procure um veterinário para garantir o atentado de saúde para viagens aéreas. Atestados emitidos no máximo 10 dias antes da data da viagem são aceitos por todas as empresas nacionais.

Regras para o transporte de animais

Apesar das principais empresas já permitem viajar com animais, o procedimento para voar com seu pet pode variar. Veja mais detalhes e saiba tudo sobre o transporte de animais.

viajar com animais - passagens promo

Viajar com animais: Azul

  • A Azul só transporta animais domésticos – cães e gatos
  • Cada voo transporta no máximo 3 animais, sendo 1 por passageiro
  • Só são aceitos animais maiores de 4 meses de idade
  • Os animais devem ser acomodados em caixas transportadoras
  • O peso total máximo (animal + caixa) é de 5kg
  • A taxa cobrada por trecho é de R$ 200

As medidas da caixa transportadora para quem quer viajar com animais pela Azul é de 20 cm de altura, 31,5 cm de largura e 43 cm de comprimento. Para solicitar o serviço é preciso entrar em contato com a companhia com antecedência.

Saiba mais sobre o embarque de animais na Azul.

Documentos para viajar com animais na Azul

O único documento exigido pela Azul é o comprovante da vacinação antirrábica, com informações como o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da ampola. A vacina deve ser tomada entre 1 ano à 30 dias da data do embarque.

Viajar com animais: Gol

  • A companhia só transporta cães e gatos com idade mínima de 4 meses
  • São permitidos 4 animais por voo e 1 por passageiro
  • Para solicitar o serviço, é preciso entrar em contato com a companhia com até 3h de antecedência
  • Check-in deve ser feito 2h antes do voo
  • O transporte de animais na cabine é feito apenas em voos nacionais
  • O peso total máximo para transporte na cabine é de 10kg, mais do que isso, o animal deve ser transportado no compartilhamento de carga com peso limite de 30kg
  • A caixa deve ser identificada com os dados do dono
  • A taxa cobrada por trecho é de R$ 200

As medidas da caixa transportadora fléxivel para quem quer viajar com animais domésticos pela Gol é de 24 cm de altura, 32 cm de largura e 43 cm de profundidade. Já para caixas rígidas, a dimensão máxima é de 22 cm de altura.

Para animais transportados em compartilhamento de carga, o valor obedece a equação R$ 90 + peso total vezes 1% do valor diário correspondente ao trecho voado.

Documentos para viajar com animais na Gol

Para viajar com animais pela Gol você vai precisar de um atestado sanitário, para comprovar que seu animal está em boas condições de saúde e a carteira de vacinação, obrigatória para animais a partir de 3 meses de idade.

Viajar com animais: Latam

  • Animais domésticos podem ser transportados em voos realizados em aviões airbus 319, 320, 321 e Boeing 777
  • É permitido levar 1 animal por voo
  • O peso total é de 7kg
  • Animais maiores viajam no compartilhamento de bagagens, sem ser sedado
  • O peso máximo é de 45kg, mas em viagens com origem ou destino na Argentina, Europa e Oceania o limite é 32kg
  • Para solicitar o serviço,você deve entrar em contato (com informações como peso, idade, tamanho e raça) antes de comprar a passagem e até 48h antes do embarque

O animal transportado pela Latam deve ser levado em caixas transportadoras, flexíveis ou rígidas, com dimensões de 36 cm profundidade, 33 cm de largura e 19 cm de altura – flexível pode ter até 23 cm de altura.

O preço da taxa da companhia aérea Latam varia de acordo com o local, confira:

  • Voos dentro do Brasil: R$ 200
  • Voos dentro da Colômbia: US$ 20
  • Voos dentro do Equador: US$ 45
  • Voos dentro do Peru: US$ 45
  • Voos dentro do Chile, Argentina e entre Asunción e Ciudad del Este: US$ 75
  • Voos na América do Sul: US$ 200
  • Outros voos internacionais: US$ 250

Documentos para viajar com animais na Latam

O único documento exigido pela Latam para viajar com animais é o atestado veterinário emitido até 10 dias antes da viagem.

Como viajar com cães-guia

Para quem precisa viajar com animais que são guias, há um passe livre nas companhias e a maior parte delas não cobram taxas de transporte.

Em alguns casos, mesmo quando o animal ultrapassa o peso permitido para voar na cabine, eles podem acompanhar os donos durante o voo.

Para levar seu cão-guia na cabine, você só precisa identificar o animal com seus dados e apresentar o comprovante de treinamento e a carteira de vacinação.

  • Voos nacionais

Em voos nacionais é pedido uma carteira de identificação e placa de identificação com nome do passageiro e do animal, nome do centro de treinamento e do instrutor, número do CNPJ do centro ou CPF do instrutor, foto para identificação do passageiro e animal.

Além disso, é preciso levar a carteira de vacinação do animal para comprovar que ele está vacinado e em boa condição de viajar.

  • Voos internacionais

Assim como em voos nacionais, para viagens internacionais é pedido uma carteira de identificação e placa de identificação com nome do passageiro e do animal, nome do centro de treinamento e do instrutor, número do CNPJ do centro ou CPF do instrutor, foto para identificação do passageiro e animal.

Também é solicitado o Certificado Zoossanitário Internacional que é feito pelo Posto de Vigilância Agropecuária Internacional.

Agora que você já sabe como viajar com animais, que tal conhecer os programas de milhas e economizar na sua próxima viagem com seu pet?

Fonte: Passagens Promo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Favoritos